Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







sexta-feira, 31 de maio de 2013

AOFS será presidida pelo Brasil


De 23 a 25 de maio de 2013 foi realizado o IX Encontro Anual de Odontologia Forense da Argentina, na cidade de Mendoza, Argentina, promovido pela Sociedade Argentina de Odontologia Legal (SADOL).

Este evento reuniu especialistas, peritos e professores de Odontologia Legal do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Peru que apresentaram casos, trocaram experiências e debateram temas importantes da Odontologia Legal, como estimativa da idade pelos dentes, identificação humana em desastres de massa, análise de marcas de mordida, identificação humana pela análise do seio frontal, DNA e responsabilidade profissional do Cirurgião-dentista. A participação especial deu-se pela presença da Profa. Dra. Vilma Pinchi, presidente da IOFOS (International Organization for Forensic Odonto-Stomatology) que abordou o tema: estimativa da idade no vivo.

Ao final do encontro científico foi realizada assembleia da Associação dos Odontólogos Forenses da América do Sul (AOFS) onde foi eleita a nova diretoria, que atuará nos anos de 2013 e 2014, sendo composta por: 
Presidente: Rhonan Ferreira da Silva (Brasil)
Vice-presidente: Marta Beatriz Maldonado (Argentina)
Secretária: Ana Maria Carlos Erazo (Peru)
Tesoureiro: Manuel Alejandro Maurelia Fuentes (Chile)

A AOFS, criada em 2010, é uma entidade de cunho científico que tem como objetivos permitir a troca de experiências, possibilitar a realização de eventos, estudos, convênios e intercâmbios internacionais entre os seus países membros e de outras regiões para aprimorar e difundir a Odontologia Legal.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

The chronology of second molar development in Brazilians and its application to forensic age estimation




Abstract
Purpose: This study investigated the possible correlation between the mineralization of the second molars and the chronological age of a sample population of the state of Paraiba, Brazil. Materials and Methods: One thousand eight hundred fifty-four digitized panoramic images using a scanner of a private dental radiology service were obtained in six months. Of these, 457 were selected from patients aged 4.6 to 16 years who met certain criteria. The images were assessed twice by a radiologist with 5 years experience. A minimum interval of 30 days between the evaluations of the same patient was established. To analyze the relationship between chronological age, calcification level proposed by Demirjian et al in 1973, gender, and tooth, a multiple linear regression model was adjusted, taking age as the response variable (p⁄0.05). Results: The gender and calcification level were significantly correlated with the age of the patients (p⁄0.05).There was a significant difference between the average age of the patients’ upper teeth compared to the lower ones in both genders (p⁄0.05). The dental development occurred earlier in female individuals than in male ones, and there was no significant difference between the right and left second permanent molars. Conclusion: It was observed that ethnic variables are related to certain parameters of age and sex identification in the Brazilian population, providing important information for forensic evaluations. Article published in: Imaging Sci Dent 2013; 43:1-6.
Author: manuellacarneiro@hotmail.com 
Download full text.



sexta-feira, 17 de maio de 2013

Concurso Perito Criminal Polícia Federal 2013



Para o cargo de Perito Criminal, há 100 vagas, sendo 8 reservadas a candidatos com deficiência, distribuídas em 13 áreas, listadas no edital. A remuneração é R$ 14.037,11 e a taxa de participação é R$ 150,00. A inscrição é realizada pelo site www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_perito.

As inscrições estarão abertas entre os dias 17 de maio e 3 de junho. Os candidatos que já a efetuaram e que desejarem alterar a cidade de realização da prova ou a concorrência como candidato com deficiência deverão fazê-lo no mesmo período, pelo site do Cespe/UnB. Aqueles que ainda não realizaram o pagamento da taxa têm até o dia 18 de junho para concluí-la.

Provas objetivas e prova discursiva: dia 21 de julho de 2013.

Vagas para a área de Odontologia: 1 (uma).

Veja o edital aqui

Matéria específica e sugestão de bibliografia para estudo.

Sugestão de bibliografia para concurso da PF 2013:
TEMAS
REFERÊNCIAS
Odontologia legal no Brasil e aspectos históricos.
4, 20
Lei nº 5.081/1966 (regulamenta o exercício da odontologia no Brasil)
16, 17, 18, 20
Código de Ética Odontológica (Resolução CFO 118/12).
10, 15, 16, 17, 18, 20
Perícia odontológica nos foros civil, penal, trabalhista e administrativo.
1, 4, 9, 13, 16, 17, 18, 20
Documentos medicolegais e odontolegais.
4, 7, 16, 17, 18, 20, 21
Traumatologia forense. Conceitos fundamentais. Estudo das lesões causadas por instrumentos perfurantes, cortantes, contundentes, cortocontundentes, perfurocontundentes, perfurocortantes. Agentes físicos não-mecânicos: lesões causadas por temperatura, eletricidade, pressão atmosférica, explosões, energias ionizantes e não-ionizantes. Asfixiologia: enforcamento, estrangulamento, esganadura, sufocação, soterramento, afogamento, confinamento e gases inertes.
3, 4, 7, 8, 20,
Tanatologia forense. Conceitos fundamentais. Perinecroscopia. Sinais de morte; lesões vitais e pós-mortais. Cronotanatognose e alterações cadavéricas; tafonomia.
4, 7, 8, 19,
Princípios de identificação humana.
20, 22
Antropologia forense. Conceitos fundamentais. Exumações em sepulturas regulares ou clandestinas; técnicas de escavação em sepulturas coletivas (valas comuns). Ossadas: principais métodos para diagnóstico da espécie. Estimativa do sexo, da idade, da estatura, do fenótipo e da cor da pele por meio do estudo de ossadas e restos humanos.
4, 12, 20, 23, 24
Estimativa de idade por meio do estudo dos dentes.
4, 20, 25
Reconstrução facial forense.
4, 20, 26, 27
Marcas de mordidas: metodologias de coleta e estudo comparativo.
4, 6, 11, 20,
Importância da interpretação radiográfica e exames de imagem na identificação odontológica.
28
Desastres em massa. Conceituação e classificação. Planos de contingência. Importância da odontologia nos desastres de massa. Protocolos de identificação de vítimas de desastre.
4, 29
Noções de dactiloscopia.
20
Lesões corporais. Conceitos e interpretação do Art. 129 do Código Penal. Perícias odontológicas das lesões do aparelho estomatogmático. Traumatismo dentário. Avaliação do dano em odontologia.
4, 5, 7, 16, 20
Noções de genética forense. Técnica de PCR. Técnicas de identificação utilizando o DNA. Técnicas de coleta e armazenamento de vestígios biológicos.
2, 4, 14
Sexologia forense: estupro.
4, 7, 8


REFERÊNCIAS.
1.        Arantes, Artur Cristiano. Responsabilidade civil do cirurgião-dentista. Mizuno. 2006.
2.        Butler, John M. Advanced topics in forensic DNA typing: methodology. Academic Press. 2011.
3.        Costa Filho, Paulo Enio Garcia. Medicina legal e criminalística. Vestcon. 2010.
5.        Doria, Marcos Vinícius Rodrigues Cesar. Das lesões corporais. Servanda. 2009.
6.        Dorion, Robert. Bitemark evidence. 2 ed. CRC Press. 2010.
9.        Juhás, Regina. Auditoria em odontologia. 2 ed. 2007.
10.     Junqueira, Cilene Rennó; Rode, Sigmar de Mello. Ética na odontologia. Editora Vozes. 2007.
11.     Marques, Jeidson Antônio Morais. Marcas de Mordida. Universidade Estadual de Feira de Santana. 2007.
13.     Oliveira, Marcelo Leal de Lima. Responsabilidade civil odontológica. Del Rey. 2000.
14.     Rapley, Ralp; Whitehouse, David. Molecular Forensics. Wiley. 2007
15.     Santos, Ruy Barbosa; Ciuffi Fábio. Aspectos éticos e legais da prática odontológica. Santos. 2009.
21.     Zarzuela, José Lopes. Laudo pericial – aspectos técnicos e jurídicos. Revista dos Tribunais. 2000.
22. Jobim, Luiz Fernando; Costa, Luís Renato da Silveira Costa; Silva, Moacyr. Identificação Humana. 2 ed. Editora Millennium. 2012.
23. Coma, José Reverte. Antropologia Forense. Madrid: Ministério del Justicia. 1999.
24. Arbenz, Guilherme Oswaldo. Medicina Legal e Antropologia Forense. Atheneu. 1988.
25. Blenkin, Matt. Forensic Odontology and Age Estimation. VDM Verlag. 2009.
26. Wilkinson, Caroline. Forensic Facial Reconstruction. Cambridge Universty Press. 2008.
27. Prag, John; Neave, Richard. Making Faces: using forensic and archeological evidence.Texas A&M University Press. 1997.
28. Brogdon’s Forensic Radiology. CRC Press; 2 edition. 2010.
29. Okoye, Matthias, Wecht, Cyril. Forensic investigation and management of mass disaster. Lawyers & judges Publishing Company. 2007

terça-feira, 7 de maio de 2013

Parceria entre Odontologia Forense e Livraria Florence


 

Poucos livros abordam aspectos relativos à Odontologia com o Direito Penal e Civil. Existem alguns conceitos e implicações quando a questão envolve o dentista em situações fora de seu ambiente normal, como Fórum. Por isso, o Livro Odontologia Legal e a Antropologia Forense surge como obra ímpar, preenchendo esta lacuna para profissionais que desejam atuar na Odontologia Legal.
O Livro se dedica a exibir conceitos do Direito Comum, a relação entre Odontologia e Direito, função pericial e antropologia forense. Além disso, ele se destaca por descrever todas as áreas de competência do especialista em Odontologia Legal estabelecidas pela Resolução CFO-063/2005, especialidade esta que tem como objetivo a pesquisa de fenômenos psíquicos, físicos, químicos e biológicos que podem atingir ou ter atingido o homem, vivo, morto ou ossada, e mesmo fragmentos ou vestígios, resultando lesões parciais ou totais reversíveis ou irreversíveis.
O Livro Odontologia Legal e Antropologia Forense ainda aborda a importância do trabalho em equipe, a importância pericial do DNA, fotografias e demais técnicas necessárias para enfrentar os processos e praxes do Direito. Ainda capacita o profissional para desenvolver laudos de perícia, técnicas e análises de casos, estudos de identificação e o papel do dentista em diversas situações, códigos de conduta e muito mais.
Para quem deseja seguir nesta área, Odontologia Legal e Antropologia Forense chega para sanar diversas dúvidas e vai além: aborda não somente a técnica, mas leva à reflexão sobre o Direito, preparando o profissional para diversos casos forenses. 

Encontre o livro Odontologia Legal e Antropologia Forense na Livraria Florence e saiba mais sobre o conteúdo que vai fazer a diferença na atuação do profissional.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

IX Encontro Anual SADOL - Argentina 2013

www.sadol.com.ar. 

Compartilhe