Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Association between mineralization of third molars and chronological age in a Brazilian sample

Abstract
Purpose: To evaluate the association between chronological age and mineralization of third molar teeth in a sample from the Northeast region of Brazil. Methods: A sample of 173 digitized panoramic radiographs were selected from a total of 2,442 panoramic radiographs obtained over a period of 6 months at a private Dental Radiology service, in the city of João Pessoa, PB, Brazil. The patients were aged from 5.5 to 21 years, and a calibrated examiner made the evaluation using the classification proposed by Demirjian. Data were analyzed by using an adjusted multiple linear regression model considering age as a response variable. The level of significance adopted was 0.05. Results: Gender and stage of calcification were significantly correlated associated with age. There was no effect of gender on mineralization of the teeth. Between the two consecutive stages of calcification of third molar teeth, the mean increase in age varied by 16 months. Conclusion: The results suggest that the development of the third molar teeth is similar in both sexes. Calcification of third molars may be an auxiliary tool in the study of chronological age. Article published in: Rev. odonto ciênc. 2010;25(4):391-394.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Percepção de acadêmicos de odontologia sobre maus-tratos na infância

RESUMO
Objetivo: verificar a percepção de acadêmicos do 4º e 5º ano de Odontologia da Universidade Estadual da Paraíba acerca dos maus-tratos infantis. Metodologia: O estudo foi do tipo quantitativo, descritivo, de corte transversal, no qual se utilizou um questionário auto-aplicável semi-estrututado em 91 alunos, no período de março a junho de 2010. Resultados: Observou-se que a maioria dos acadêmicos soube definir os maus-tratos infantis adequadamente (65,4%), porém nenhum acadêmico soube classificar corretamente; foram pouco apontados os seus sinais/ sintomas bucais (31,4%); a maioria da amostra soube informar a conduta a ser adotada diante de casos de maus-tratos infantis (83,3%); a maior parte dos acadêmicos teve pouco contato com o tema maus-tratos infantis durante a sua formação universitária (34,1%); grande parte dos pesquisados possuía interesse de aprender sobre o assunto (95,6%). Conclusão: de uma forma geral, houve uma percepção razoável dos acadêmicos pesquisados sobre maus-tratos infantis. Artigo publicado em: Odontol. Clín.-Cient., Recife, 10(1): 73 - 78, jan./mar., 2011.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Lesões corporais e faciais em mulheres submetidas a exame de corpo de delito em Recife/PE, Brasil

RESUMO
A violência contra a mulher, sendo um problema político-social, é algo que a sociedade e a comunidade científica não podem desconsiderar. Desse modo, a presença da Odontologia, no que tange às lesões do complexo bucomaxilofacial em mulheres, torna-se indispensável tanto na constatação quanto na reparação dos danos. Assim um estudo quantitativo e analítico, com desenho do tipo transversal, foi conduzido com o objetivo de caracterizar as lesões corporais e faciais em mulheres que se submeteram à perícia médico-legal no Instituto Médico Legal (IML), do município de Recife, PE, Brasil, no ocorridas nos meses de janeiro, abril e dezembro de 2005 e 2006 e janeiro e abril de 2007. Os dados foram compilados do laudo do legista, sendo as informações de interesse transcritas em ficha construída para tal fim. A maior participação nas solicitações de exame de corpo de delito coube às delegacias de Mulheres. Predominaram na amostra as lesões do tipo contundente e em mais de uma região corporal. Na face, a região mais acometida pela violência foi o terço médio. As lesões mais frequentes associadas aos tecidos foram as de tecidos moles. O agressor foi predominantemente o cônjuge, e as lesões classifi cadas como leve foram as mais comuns. Artigo publicado em: Odontol. Clín.-Cient., Recife, 10(2):133-136, abr./jun., 2011.

sábado, 7 de janeiro de 2012

Percepção dos cuidadores sobre os aspectos éticos do atendimento odontológico a pacientes com necessidades especiais

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi avaliar a percepção dos cuidadores sobre os aspectos éticos do atendimento aos pacientes com necessidades especiais (PNE) pelo Grupo de Atendimento Multiprofissional a Pacientes com Necessidades Especiais (GAMPE) do Curso de Odontologia do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB). O projeto de pesquisa constou de um questionário estruturado com 14 questões fechadas, que abordavam os aspectos éticos do atendimento prestado aos PNE por meio do GAMPE. Dos 40 questionários distribuídos, todos foram respondidos, constatando-se que os pacientes são provenientes de diferentes cidades do estado de São Paulo. As mulheres acima de 50 anos de idade representaram 80% das entrevistadas. Verificou-se, também, alto índice de satisfação dos cuidadores em relação aos atendimentos prestados pelos profissionais aos pacientes. Conclui-se, portanto, que o atendimento disponibilizado aos PNE bem como aos cuidadores contém os fatores relacionados à humanização no atendimento odontológico, concomitantemente, à qualidade nos serviços odontológicos realizados pelo GAMPE. Artigo publicado em: Odontol. Clín.-Cient., Recife, 10 (4) 337-340, out./dez., 2011.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Odontologia e o Código de Defesa do Consumidor: análise dos processos instaurados contra cirurgiões-dentistas e planos odontológicos em Campina Grande - Paraíba

Resumo

Objetivo: Analisar os processos instaurados contra cirurgiões-dentistas e planos odontológicos no órgão de defesa do consumidor (Procon). Metodologia: Realizou-se um estudo transversal e retrospectivo, por meio de uma abordagem indutiva e uma análise de dados secundários. A coleta foi realizada por um único examinador no período de setembro a dezembro de 2010 no Procon municipal de Campina Grande-PB. A amostra foi composta por todos os processos relacionados à área odontológica registrados no período de janeiro de 2001 a junho de 2010 e o instrumento de coleta dos dados foi constituído por um formulário específico. Foram analisadas as variáveis: número de processos, ano de ocorrência, alvo do processo, tipo de reclamação, existência e tempo de resolução. Utilizou-se o procedimento estatístico-descritivo para análise dos dados coletados, sendo estes apresentados por meio de gráficos e tabelas. Para a análise bivariada, utilizou-se o teste do Qui-quadrado (p < 0,05%). Resultado: No período analisado, foram registrados 82 processos, com a maioria tendo sido instaurado no ano de 2007 (17,1%; n = 14.). Os planos odontológicos (50%) e as clínicas populares (40,2%) foram os alvos principais das reclamações. As queixas mais frequentes foram a má prestação do serviço (56,1%; n = 46) e a cobrança indevida (15,9%; n = 13). Quanto ao tempo de duração do processo, em 42,7% (n = 35) dos casos, o desfecho foi concluído em menos de um mês, existindo estabelecimento de acordo entre as partes em 58,5% das ocorrências. Nos casos em que não ocorreu acordo, 43,8% (n = 7) dos pacientes foram indenizados e em 31,3% dos processos (n = 5), o réu foi punido. Conclusão: Os planos odontológicos e as clínicas populares constituem-se nos principais alvos das reclamações dos consumidores, sendo a má prestação de serviço e a cobrança indevida as queixas mais frequentes, o que evidencia a necessidade de uma adequada fiscalização por parte dos órgãos competentes a fim de que o direito do paciente e a qualidade dos serviços ofertados sejam assegurados. Artigo publicado em: Rev Odontol UNESP. 2011; 40(1): 6-11.


Compartilhe