Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

The evolution and development of cranial form in Homo sapiens



Abstract
Despite much data, there is no unanimity over how to define Homo sapiens in the fossil record. Here, we examine cranial variation among Pleistocene and recent human fossils by using a model of cranial growth to identify unique derived features (autapomorphies) that reliably distinguish fossils attributed to ‘‘anatomically modern’’ H. sapiens (AMHS) from those attributed to various taxa of ‘‘archaic’’ Homo spp. (AH) and to test hypotheses about the changes in cranial development that underlie the origin of modern human cranial form. In terms of pattern, AMHS crania are uniquely characterized by two general structural autapomorphies: facial retraction and neurocranial globularity. Morphometric analysis of the ontogeny of these autapomorphies indicates that the developmental changes that led to modern human cranial form derive from a combination of shifts in cranial base angle, cranial fossae length and width, and facial length. These morphological changes, some of which may have occurred because of relative size increases in the temporal and possibly the frontal lobes, occur early in ontogeny, and their effects on facial retraction and neurocranial globularity discriminate AMHS from AH crania. The existence of these autapomorphies supports the hypothesis that AMHS is a distinct species from taxa of ‘‘archaic’’ Homo (e.g., Homo neanderthalensis). Article published in:  PNAS, February 5, 2002; 99(3): 1134–1139.
Author: danlieb@fas.harvard.edu 

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Anatomical variations in the permanent mandibular canine: forensic importance




Abstract.
Introduction: The uniqueness of dental morphology plays an important role in Forensic Odontology, especially for human identifications, in which a single tooth can provide information  for dental identification. Objective: To address the importance of a permanent lower canine with two roots for dental identification 
considering the internal and external morphology of the canine roots. Case report: To report a forensic case in which a two-rooted permanent lower canine was found in a decomposed human body. Conclusion: Although the victim was not identified by the dental parameter, it was observed that this type of morphological variation is of little incidence in some populations, therefore constituting a valuable tool for dental human identifications. Article published in: RSBO. 2012 Oct-Dec;9(4):468-73.
Author: rhonanfs@terra.com.br 

domingo, 9 de dezembro de 2012

Comparative study among Dentistry undergraduates and Forensic Odontology postgraduate students through smile photographs for human identification


Abstract.

Introduction: The execution of forensic odontology technique for human identification depends on the existence of dental files produced ante-mortem (dental records, clinical notes, radiographs or dental casts). However, when these are not present, other sources of dental data should be searched, such as photographs of the smile. Objective: To compare the performance of undergraduates of Dentistry and postgraduate students of Forensic Odontology to execute human identification through the analysis of photographs of the smile based on decisive dental parameters. Material and methods: Forty Dentistry undergraduates of a School of Dentistry (20 presenting history of orthodontic treatment and 20 without treatment were photographed as follows: 1) extraoral photograph of posed smile, at frontal position and; 2) intraoral photograph, at frontal position. Using these 40 pairs of photographs, four tests were prepared (A, B, C and D) which were sent to both 12 undergraduates of Dentistry and 12 postgraduate students of Forensic Odontology both from another School of Dentistry. The examiners should analyze and correlate a picture randomly and previously selected (photograph of the smile or intraoral photograph) with its corresponding one (photograph of the smile or intraoral photograph), which was set in a showcase composed by 10 images, by pointing out the main criteria for reaching a final conclusion. Results: All the subjects of the research, in both groups, correctly answered to test A (analysis of a photograph of the smile in a group of 10 intraoral photographs). The tests B (analysis of an intraoral photograph in a group of 10 photographs of the smile) and D (analysis of a photograph of the smile in a group of 10 intraoral photographs) had 91.6% success among postgraduate students; and test C (analysis of an intraoral photograph in a group of 10 photographs of the smile) had 83.3% success among undergraduate students. Conclusion: Among the most relevant parameters to achieve the result of Forensic dentistry identification through the analysis of photographs of the smile, the morphology of the incisal edges of anterior teeth was the aspect most often cited by both undergraduate students (83.3%) and postgraduate students (72.9%), within the 48 tests applied to each group. Most of the Dentistry undergraduates and Forensic Odontology postgraduate students were capable of performing the human identification through the analysis of photographs of the smile, considering the wide variety of potentially demonstrable dental characteristics of the anterior teeth. Article published in: RSBO. 2012 Oct-Dec;9(4):407-15.


Author: rhonanfs@terra.com.br .

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Percepção dos maus-tratos infantis pelos estudantes de Odontologia da UFPB


Resumo:
Verificar a percepção dos maus-tratos infantis pelos alunos do sexto e décimo períodos do curso de graduação de Odontologia da Universidade Federal da Paraíba. O estudo foi do tipo quantitativo, descritivo de corte transversal, utilizando-se um questionário semi-estruturado em 61 estudantes. A maioria dos acadêmicos soube definir maus-tratos adequadamente, 53,8% dos alunos do 3º ano e 70,4% dos alunos do 5º ano. A fratura dental foi o sinal bucal mais citado pelos alunos do 3º ano (24,2%) e do 5º ano (24,4%); assim como, o hematoma foi o sinal corporal mais relatado por ambos os grupos, correspondendo respectivamente a 32,3% e 27,8%. Menos da metade da amostra (41%) responderam saber o que fazer diante de casos de maus-tratos infantis; o órgão de defesa e proteção mais citado, por ambos os grupos foi o conselho tutelar: 84,62% (3º ano) e 70% (5º ano). Em relação às informações recebidas sobre abuso infantil durante toda a graduação: 30% dos alunos do 5º ano disseram que contribuíram par sua futura vida profissional, 90% relataram que estas informações foram insuficientes para se ter uma adequada conduta diante de casos de maus-tratos infantis e 86,7% gostariam e receber capacitação extra sobre o tema. Apesar dos alunos do 5º ano apresentarem uma percepção mais profunda sobre a definição, diagnóstico e conduta diante de maus-tratos infantis, observa-se a importância de maior espaço ao tema no currículo do curso de Odontologia, bem como a necessidade de uma educação continuada após a graduação. Artigo publicado em: Int J Dent, Recife, 10(4): 234-41, out/dez, 2011.
Autor: elibmedeiros@yahoo.com.br. 

sábado, 10 de novembro de 2012

I Fórum Internacional de Perícias de Marcas de Mordida

Contato para maiores informações: Dr. Jeidson Marques - marques_jam@hotmail.com.

domingo, 28 de outubro de 2012

Comparación Antropométrica entre Mandíbulas de las Poblaciones Uruguaya y Brasileña


RESUMEN 
Las mandíbulas humanas pertenecientes a la población uruguaya presentan ciertas diferencias anatómicas con las de la brasileña. Tal hecho parecería deberse a las particularidades raciales y étnicas de cada país. Este estudio examinó las características morfológicas de 100 mandíbulas de uruguayos y las cotejó con las correspondientes a idéntico número de piezas óseas de brasileños, por medio de trece mediciones estipuladas por Humphrey et al. (1999). Las variaciones significativas entre los valores promedios fueron determinadas mediante el test de Mann-Whitney (alfa=5%). Se constataron expresivas  discrepancias entre algunas de las dimensiones analizadas, producto de las modificaciones de forma  y estructura de las mandíbulas de ambos grupos. Las uruguayas exhibieron guarismos clara o ligeramente superiores en prácticamente todas las medidas realizadas, salvo en lo que respecta a la altura de la sínfisis (sutilmente mayores en sus homólogas brasileñas). Las divergencias más evidentes correspondieron a la altura de la incisura, altura de la rama y longitud mandibular, y las menos notorias al ancho mandibular, altura de la sínfisis y ancho bicoronoideo. Los factores que pueden haber inducido a las mismas resultan realmente profusos, incluyendo tanto a las adaptaciones funcionales del sistema estomatognático como a las biomecánicas, estimuladas por la diferente consistencia de la dieta, o la propia miscegenación. Artículo publicado en: Int. J. Morphol., 30(2):379-387, 2012.
Autor: almapipa@adinet.com.uy. 

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Concurso para Odontolegista - Estado do Maranhão


Aberto o concurso para Perito Odontolegista da Polícia Civil do Maranhão.
3 vagas.
Salário de R$ 6700,00.
Veja o edital aqui.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

18 JABRO

Temas interessantes para a Odontologia Legal.

Mais informações aqui.


domingo, 7 de outubro de 2012

Sex determination in Uruguayans by odontometric analysis


Abstract
Sex assessment plays an important role in the forensic and bioarchaeological spheres. Teeth are invaluable elements in non-living populations for sex determination, since they commonly resist post-mortem damages and are latent sources of information about dimorphism. Aim: The present study consisted in an odontometric analysis willing to examine sexual dimorphism in Uruguayans. Methods: One hundred and twelve inferior dental stone casts, 56 from males and 56 from females, aged between 21 and 60 years, from one orthodontic clinic of Montevideo, capital of Uruguay, were analyzed. Several measurements and calculations were made, such as mesiodistal diameter and gingivoincisal length of mandibular canines, intercanine distance, mandibular canine index and the area of a virtual triangle. Results: Only mesiodistal diameter and gingivoincisal length of right canine, and the area of the triangle showed statistically significant differences between both sexes. The authors obtained a logistic regression model for sex determination with a reliability rate of 72.3% and a classification and regression tree with an accuracy of 77.7%. Conclusions: The results revealed that this method can be applied in forensic anthropology, as an auxiliary tool in human identification. Article published in: Braz J Oral Sci. 11(3):381-386.


Author: almapipa@adinet.com.uy  

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Prontuário do Paciente


Este livro evidencia que o planejamento, a gestão, o registro, a manutenção e o investimento nos prontuários não é mera burocracia a ser cumprida, nem perda de tempo, mas atende demandas cruciais da saúde no século 21.

A obra traz contribuições inéditas relacionadas ao prontuário do paciente, contemplando o conceito ampliado de saúde da Organização Mundial da Saúde, a integralidade da assistência organizada em rede, a equipe multiprofissional, o uso do prontuário como instrumento de assistência, de gestão e de pesquisa acadêmica e científica, seus aspectos informacionais, tecnológicos, éticos, legais, e o direito à informação em saúde.

Este livro é absolutamente indispensável para médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais, advogados, gestores, profissionais da informação e informática, estudantes, pesquisadores e outros profissionais que atuam direta ou indiretamente na área da saúde.
Compre aqui.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Eleita a nova diretoria da Associação Brasileira de Odontologia Legal (ABOL).


Na foto: Hélion Leão, Jeidson Marques, Célio Spadácio, Rhonan Ferreira, Thiago Beaini, Fernanda Bouchardet, Ricardo Henrique, Paulo Miamoto, Carlos Eduardo Palhares e Mário Marques.

Eleita a nova diretoria da Associação Brasileira de Odontologia Legal (ABOL).

O novo presidente será o Dr. Ricardo Henrique Alves da Silva, prof. de Odontologia Legal da USP-Ribeirão Preto, que comandará a nova diretoria no biênio 2012-14.
A eleição ocorreu durante o XI Congresso Brasileiro de Odontologia Legal que foi sediado na cidade de Fortaleza - CE, de 18 a 21 de setembro de 2012.
Outras informações no portal ABOL: www.portalabol.com.br


quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Especialização em Odontologia Legal


Local: ABO-RS.
Início em 26 de setembro de 2012.
Carga horária: 605 horas.
Coordenador: Mário Marques Fernandes.
Duração: 18 meses.
Contatos: (51) 3333 1923/ 3332 7805
uniabo@abors.org.br

Mais informações aqui.

sábado, 1 de setembro de 2012

Craniofacial identification




Product Details

  • Hardcover: 272 pages
  • Publisher: Cambridge University Press; 1 edition (June 29, 2012)
  • Language: English
  • ISBN-10: 0521768624
  • Buy here.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Veiculação de publicidade irregular relacionada a um cartão de descontos em odontologia - relato de caso

Resumo


O presente artigo tem como objetivo relatar um caso de veiculação de publicidade irregular relacionada a um cartão de descontos e discutir os princípios que regem a publicidade em odontologia, fazendo uma reflexão à luz da legislação vigente no país. Este trabalho relata uma investigação oriunda do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul, destinada a verificar irregularidades relacionadas ao produto divulgado em placa publicitária que induzia os leitores ao entendimento equivocado sobre plano médico/odontológico. Como desfecho, foi elaborado inicialmente pelo promotor de justiça um termo de ajustamento de conduta baseado na assessoria técnica realizada pelos odontólogos do Ministério Público, o qual terminou não sendo cumprido, sendo o profissional acionado na justiça para efetuar o pagamento da multa estipulada. Os pacientes que necessitam de serviços de saúde, consumidores e contratantes de planos de saúde estão cada vez mais atentos aos seus direitos, cabendo aos profissionais atuarem de forma ética e lícita no que tange à divulgação e prestação de serviços, sob pena de suas condutas serem investigadas civil e/ou administrativamente pelos órgãos fiscalizadores da sociedade. Artigo publicado em: RFO, Passo Fundo, v. 17, n. 1, p. 86-90, jan./abr. 2012.


Autor: mfmario@mp.rs.gov.br   

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Danos materiais e morais em processos envolvendo cirurgiões-dentistas no Estado de São Paulo

Resumo


O número de processos movidos contra os profissionais da saúde tem aumentado com o passar dos anos. Em contrapartida, são poucos os trabalhos que tratam especificamente dos valores arbitrados nas lides tanto para danos morais como para os materiais. Objetivo: avaliar, retrospectivamente, a jurisprudência relacionada à responsabilidade civil promovida contra cirurgiões-dentistas no estado de São Paulo no período de 2007 a 2010, enfocando danos materiais e morais. Métodos: o presente estudo de caráter qualitativo foi desenvolvido por meio de um levantamento jurisprudencial, realizado com a finalidade de avaliar o inteiro teor das decisões (tanto acórdãos como sentença), disponível na internet, utilizando-se o site do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Resultados: foram levantados cem julgados, sendo 96 acórdãos e quatro decisões monocráticas. Verificou-se que entre os cirurgiões-dentistas processados, o sexo masculino obteve um patamar de 76,9%, a área mais incidente foi a implantodontia (22%), e a cidade com maior número de processos contra cirurgiões-dentistas foi São Paulo (26%). A média dos valores dos danos morais, em primeira instância, foi de R$ 27.821,60, com desvio padrão (DP) de 55.489,0, já a média dos valores de danos materiais foi de R$ 11.615,6 (DP = 14.081,0). Quanto aos valores referentes aos processos de segunda instância, a média dos danos morais foi de R$ 32.615,60 (DP = 6.0503,6), ao passo que a média dos danos materiais foi de R$ 7.072,50 (DP = 8.638,0). Conclusão: o número de processos julgados procedentes contra os cirurgiões-dentistas do estado de São Paulo mostrou valores arbitrados para os danos morais muito mais elevados, quando comparados aos danos materiais. Artigo publicado em: RFO, Passo Fundo, v. 17, n. 1, p. 26-30, jan./abr. 2012.


sábado, 18 de agosto de 2012

Conhecimento de acadêmicos de Odontologia sobre os aspectos clínicos, éticos e legais da prescrição medicamentosa

Resumo


Objetivo: avaliar o conhecimento de acadêmicos de Odontologia sobre a prescrição medicamentosa, implicações legais, bem como dados sobre o protocolo utilizado na confecção de receitas farmacológicas. Metodologia: participaram 103 alunos de graduação, cursando o terceiro e quarto anos do curso de Odontologia. Os participantes da pesquisa responderam a um questionário com 15 questões objetivas. Resultados: os dicionários de especialidades farmacêuticas (DEF) são a primeira opção da maioria dos alunos para obtenção dos conhecimentos sobre farmacologia (73,78%). Em relação à conduta de prescrição, 91,26% escrevem e/ou imprimem cópia com assinatura do paciente na segunda via ao receitar algum tipo de medicamento. Cerca de 46,60% têm conhecimento da lei no 5.081/1966; entretanto, apenas 35,92% responderam que esta habilita o cirurgião-dentista a prescrever medicamentos de uso odontológico. Conclusão: os alunos de graduação apresentam deficiências nos conhecimentos sobre os aspectos clínicos, éticos e legais que envolvem a prescrição medicamentosa. Artigo publicado em: RFO, Passo Fundo, v. 17, n. 1, p. 50-54, jan./abr. 2012.


segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Forensic dentistry


  • Title: Forensic Dentistry
  • Author: Irvin M. Sopher.
  • Hardcover: 162 pages
  • Publisher: Charles C Thomas Pub Ltd (June 1976)
  • Language: English
  • ISBN-10: 0398034745
  • ISBN-13: 978-0398034740

Contents

Chapter 1. Forensic science, forensic pathology and the dentist
Chapter 2. Basic dental anatomy; general principles of dentistry and dental materials
Chapter 3. Identification of unknown human remains
Chapter 4. The utilization of dental methods for the identification of aircraft accident fatalities
Chapter 5. Basic concepts of dental identification; te antemortem data
Chapter 6. Procedural aspects of the postmortem dental examination
Chapter 7. The postmortem dental data
Chapter 8. The determination of chronological age by the dentition
Chapter 9. Bite mark analysis


Buy here.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

IV Fórum Internacional de Segurança do Paciente - Erros de Medicação


http://www.ismp-brasil.org/forum2012/

Dias 17 e 18/08/2012, Belo Horizonte - MG.


Veja a programação científica preliminar: dia 17 de agosto e dia 18 de agosto.


domingo, 29 de julho de 2012

Odontologia Legal


Título:Odontologia Legal.
Autor: Valdemar da Graça Leite.
Editora: Nova Era (Salvador, Bahia, Brasil)
Ano: 1962.
Páginas: 311.

Capítulos abordados:

- A Odontologia Legal (conceito, definições, divisão...).
- Resumo histórico da Odontologia Legal.
- Perícia e Peritos.
- A jurisprudência odontológica.
- Exercício legal da profissão.
Exercício Ilegal da profissão.
- Deontologia e Diceologia. A ética profissional.
- A responsabilidade profissional.
- Os erros profissionais em Odontologia.
- Segredo odontológico.
- Honorários profissionais.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Equipamentos de antropologia forense

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Ethics in the provision of removable partial dentures

Abstract

Aim: To investigate the construction of cobalt-chromium removable partial dentures by commercial private dental laboratories. Methods: Ninety master casts for fabrication of cobalt-chromium removable partial dentures were obtained from three commercial laboratories randomly selected. Casts were assessed for dental arch treated, Kennedy classification, cast surveying, denture design information provided by the dentist, and mouth preparation (rest seat, guiding plane and retentive area). Dental technicians answered a questionnaire regarding qualification of assisted dentists, monthly number of framework castings, and use of dental surveyor. Mouth preparation was compared among laboratories using Kruskal-Wallis test (α=0.05). Results: The percentage of Kennedy class I was 16%, class II 19%, class III 56%, and class IV 9%. The majority of master cats (51%) examined was sent to dental laboratories without any design information and did not comply with ethical guidelines in the provision of RPD. Approximately half of the casts were considered “inappropriate” for guiding planes and retentive areas. One of the laboratories presented all casts “inappropriate” for rest seat distribution (p<0.001). Conclusions: Mouth preparation frequently failed for guiding planes, retentive areas and distribution of rest seats. It is necessary to provide students with adequate clinical experience at the dental school environment, which will actually be carried into the practice of dentistry. Article published in: Braz J Oral Sci. 11(1):19-24.


Author: saudeoral@fop.unicamp.br. 

domingo, 15 de julho de 2012

Perception of orthodontists regarding the management of root resorption – clinical and legal aspects

Abstract

Aim: To evaluate the management adopted by orthodontists regarding root resorption caused by orthodontic treatment, relating it to their time of experience and the applicable legal norms. Methods: the study population consisted of 56 orthodontists from the city of Belo Horizonte (Minas Gerais State), and the tool to collect the data was a questionnaire with open and closed questions. Data were subjected to descriptive analysis. The association between the variables was analyzed by the chi-square test with significance level of 5%. Results: 57.6% of professionals temporarily interrupt the treatment; in the prevention and/or control, most professionals (80.4%) perform initial and periodical radiographs (every six months). Among the professionals with less than 5 years of experience as a specialist, 88.9% usually make periodic radiographic control; 100% affirmed to file the documents. No significant difference was found between dentists with different times of experience regarding the practice of archiving the documents (p = 0.271). Among those with 5-15 years of experience, 77.4% perform periodic radiographic control and 45.2% had already detected root resorption. Among those with more than 15 years of experience, 71.4% usually perform the periodic radiographic control, and 85.7% had already faced some case of root resorption in the clinical practice. Conclusions: Although most orthodontists adopt a correct management facing the occurrence, prevention and control of root resorption associated with orthodontic treatment, the majority are unaware about existing legislation in our country. Article published in: Braz J Oral Sci. 11(2):100-105.

Baixar texto completo (download full text).

Author: paranhos@ortodontista.com.br

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Workshop de Antropologia Forense


sábado, 7 de julho de 2012

Medicina Dentária Forense

sábado, 30 de junho de 2012

FMUSP inaugura Blocoteca e Projeto Autópsia Virtual

A Faculdade de Medicina da USP inaugurou hoje, dois de março, o Acervo de Laudos e Blocoteca - maior e mais antigo acervo de Patologia do País - composto de 160 mil laudos e 200 mil blocos contendo tecidos humanos de autópsias realizadas desde 1924.

O material foi higienizado, catalogado e informatizado para constituir uma fonte de dados históricos e epidemiológicos, oferecendo material de estudo para diversas áreas médicas, além de tornar possível traçar séries históricas e aplicar técnicas histológicas modernas, como a imunohistoquímica e extração de DNA.

O espaço para abrigar este acervo passou por obras de modernização, com o armazenamento do material em embalagens específicas acomodadas em armários deslizantes. As informações ficarão disponíveis para a comunidade científica.

No mesmo dia, haverá uma visitação à fase 1 do Projeto Autópsia Virtual. Quando completo, o local contará com tomografia computadorizada, ressonância magnética, ultrassom e raio-X, para que se desenvolva um método alternativo e menos invasivo do que a verificação de óbito realizada nos dias de hoje, utilizando a técnica do diagnóstico por imagem. No momento já está instalado o equipamento de tomografia computadorizada e ultrassom.


Ver reportagem completa aqui.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Polícia prende quatro dentistas falsos que atuavam em Anápolis, Goiás

A Polícia Civil de Goiás prendeu quatro falsos dentistas que atuavam em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Segundo a polícia, eles faziam até cirurgia sem nunca ter estudado odontologia. A polícia encontrou os infratores depois de denúncias feitas pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO).
Com eles, a polícia apreendeu certificados falsos, instrumentos odontológicos, próteses e até anestesias. A polícia informou também que um deles usava o registro de outro dentista, que faleceu há dez anos e tinha o mesmo nome e sobrenome do infrator.
O consultório dele fica na região Sul de Anápolis e foi fechado pela polícia. Outro consultório funcionava na região central da cidade, de maneira improvisada, em uma casa. De acordo com o Conselho Regional de Odontologia, os falsos profissionais colocavam os pacientes em risco.
“Eles ficavam expostos à contaminação, a doenças, principalmente porque estes locais costumam ser insalubres. Esses falsos profissionais não têm o conhecimento adequado para a esterilização de materiais”, explica a coordenadora de fiscalização do CRO Fabiane Gioia.

sábado, 23 de junho de 2012

Concurso para Professor de Odontolegal

Vaga para professor de odontologia Legal, Universidade Tiradentes.
Mais informações: http://www.unit.br/login_de_teste/fique_atento/vw/1/itemid/6442.aspx?skinsrc=%5Bg%5Dskins%2F%5Bunit%5Dnoticias%2Fnoticiasfiqueatento

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Role of prosthodontics in forensic odontology: A Prosthesis Can Identify You



Dentistry has much to offer law enforcement in the detection and solution of crime or in civil  proceedings. To write the history of identification is to write the history of criminology.  Prosthodontics as a speciality can play a important role in the identification of an individual. Forensic odontology plays an important and often decisive role in the identification of disaster victims. Dental description of unknown or missing persons in cases of mass disasters is a very successful means of identification in forensic research. Difficulties arise if the natural dentition has been lost for one reason or another and has been replaced by dental prosthesis. From the prosthodontist view this difficulty can be prevented by delivering a prosthesis that carries patient identification.Forensic identification based on assessment of prosthodontics appliances is assuming greater significance, as labeling of dentures and other prosthetic appliances could provide vital clues for patient identification.

Product Details
·         Paperback: 116 pages
·         Publisher: LAP LAMBERT Academic Publishing (May 6, 2012)
·         Language: English
·         ISBN-10: 3848494922


Buy here.

domingo, 10 de junho de 2012

A odontologia à Luz do Direito


Antes mesmo de ser uma abordagem de temas não recorrentes na literatura odontológica, A Odontologia à Luz do Direito ousa levar os cirurgiões-dentistas a observar seu Código de Ética Odontológica e, a partir dele, refletir sobre as normas que regem as relações desses profissionais com a sociedade civil. O caminho do ineditismo serve como fio condutor para a evolução das questões que devem permear o comportamento do cirurgião-dentista, desde o bem fundamentado histórico sobre a regulamentação da profissão até assuntos contemporâneos como a Bioética e a Implantodontia. É um livro esclarecedor, que representa uma síntese da função social da Odontologia e contribui decisivamente para o pleno exercício profissional dos cirurgiões-dentistas.

terça-feira, 5 de junho de 2012

Dental age as indicator of adolescence


Abstract

Aim:  The purpose of the present study was to analyze the relationship between root formation of the first premolars and skeletal maturation stages identified in hand-wrist radiographs. Methods: A cross-sectional study was carried out involving the panoramic and hand-wrist radiographs obtained on the same date of 232 patients, 123 boys and 109 girls aged 4 years and 5 months to 17 years and 12 months. Root formation stages of the first premolars were related to the ossification stages of the sesamoid bone, epiphyseal stages of the phalanx of the thumb and epiphyseal stages of the radius. Results: The studied variables demonstrated statistically significant correlations. Conclusion: Roots of the lower first premolars do not reach 2/3 of their complete length before adolescence. Article publisched in: Dental Press J Orthod 2012 Jan-Feb;17(1):85-100.
Author: ortoface@travelnet.com.br. 

terça-feira, 29 de maio de 2012

9th Virtopsy Course

terça-feira, 22 de maio de 2012

Virtual autopsy in forensic sciences and its applications in the forensic odontology

Abstract
Nowadays, technological advances are becoming more and more important in forensic sciences. Yet autopsy is still one of the very traditional methods. This also applies for dentalautopsies, in which visual, photographic and radiological evidences are collected. In this context, Virtual Autopsy appears as a helpful and complementary tool for dental and medical cadaveric examination. Usinghigh-tech radiological approaches, Virtual Autopsy may provide, through images, an efficient and more accurate view on the individual case. This critical review aims to update the dental professionalspresenting the first national paper with explanations on Virtual Autopsy. Article published in: Rev Odonto Cienc 2012;27(1):5-9.

sábado, 12 de maio de 2012

A importância da orientação adequada relacionada à higienização oral em pacientes reabilitados com próteses dentárias: revisão de literatura

RESUMO
A reabilitação oral realizada com próteses parciais e/ou totais removíveis visa devolver a estética e a função aos portadores; dessa maneira, para que o tratamento seja bem sucedido, faz-se necessária a correta execução dos procedimentos clínicos e laboratoriais. Após a instalação protética, os pacientes devem ser orientados pelos profissionais a manterem uma adequada higiene bucal e protética, visto que essas são fundamentais, pois contribuem para uma maior longevidade da prótese. A ausência de higiene tanto da cavidade oral quanto da prótese leva a um quadro de alterações patológicas na mucosa e /ou tecidos periodontais e dentais, que variam de acordo com o tipo de prótese utilizada. Partindo desse contexto, o único consenso para higienização das próteses removíveis é que estas devam ser removidas da cavidade oral, no momento da limpeza. Portanto, esta revisão de literatura tem como objetivo propor uma melhor orientação e instrução de higiene aos pacientes usuários de próteses removíveis, pois ainda existe um grande desafio quanto ao esclarecimento da melhor forma de higienização protética, evitando, dessa maneira, possíveis prejuízos provocados pela falta de uma correta orientação ao paciente. Artigo publicado em: Odontol. Clín.-Cient., Recife, Suplemento 523-527, out./dez., 2011.

Autor: rodrigogadelhavasconcelos@yahoo.com.br

segunda-feira, 7 de maio de 2012

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO CLÍNICA DA FUNÇÃO MASTIGATÓRIA

RESUMO
Objetivo: elaborar um protocolo de avaliação clínica da função mastigatória, visando auxiliar o fonoaudiólogo a identificar e interpretar os sinais clínicos de alterações na dinâmica da mastigação, além de possibilitar comparações de acompanhamento de tratamento e entre diferentes avaliadores. Métodos: este protocolo foi elaborado com base na prática clínica de fonoaudiólogos que responderam a um questionário enviado por e-mail; na literatura, segundo a identificação dos pontos comuns a todos os protocolos de avaliação da mastigação; além da experiência dos fonoaudiólogos do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo. Resultados: o protocolo de avaliação clínica da mastigação contempla aspectos relacionados aos aspectos morfológicos e à neurofisiologia da função mastigatória: Conclusão: este trabalho contribui com a Fonoaudiologia, uma vez que busca, de maneira mais completa possível, critérios para a avaliação da mastigação, norteando a atuação fonoaudiológica clínica baseada em evidências. Artigo publicado em: Rev CEFAC, v.11, Supl3, 311-323, 2009.

Autor: mirian3m@uol.com.br.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Avaliação da função mastigatória: revisão de literatura

RESUMO
A mastigação destaca-se como uma das funções mais importantes do sistema estomatognático, fazendo parte do processo de alimentação. É por meio dela que o alimento é fragmentado, facilitando a deglutição e a digestão. Uma mastigação eficiente proporciona a transformação do alimento em pequenas partículas que são homogeneizadas para formar o bolo alimentar. Durante esse processo, as ações das estruturas orais são monitoradas pelo sistema nervoso central, por meio de estímulos provenientes dos receptores sensoriais do ligamento periodontal, da mucosa, da articulação temporomandibular (ATM) e dos músculos. Na Odontologia, ainda, permanece a dúvida sobre quais são os possíveis fatores responsáveis pela mastigação adequada. Vários fatores já foram alvos de inúmeras pesquisas, incluindo: número de dentes presentes, número de unidades oclusais, área de superfície dentária existente, área de contato oclusal, força de mordida, função sensorial e motora, idade e os fatores individuais como os hábitos alimentares. Entretanto, os resultados dessas pesquisas são contraditórios. Diante dessa problemática, este trabalho tem como objetivo descrever a função mastigatória bem como enumerar e discutir as principais abordagens metodológicas para uma adequada avaliação da função mastigatória, proporcionando uma melhor intervenção nos pacientes que necessitam de reabilitações orais. Artigo publicado em: Odontol. Clín.-Cient., Recife, Suplemento 505-510, out./dez., 2011.
Autor: rodrigogadelhavasconcelos@yahoo.com.br.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Programação Oficial - Congresso Peru 2012











26 a 28 de abril. Lima - Peru
Informações: www.apofor.com.pe 



HORA
JUEVES 26 DE ABRIL - 2012
08: 00 – 09:00
INCRIPCIONES
9:15 - 9:30
PALABRAS DE INAGURACION
9:30 - 10:00
Lesiones desde el punto de vista penal
Juan Carlos Zarate Rodríguez. Paraguay
10:00 - 10:30
Utilización del método análisis de la impresión del perjuicio estético (AIPE) en la valoración del daño y su aplicación en la legislación civil y penal.
Dra. Fernanda Capurucho Horta Bauchardet. Brasil
10:30 - 10:50
BREAK
10:50 - 11:20
Lesiones Estomatológicas por proyectil de Arma de Fuego
Dra. Erika Alvarado
11:20 - 11:50
Pericias en marcas de mordidas
Dr. Jeidson Marques. Brasil
11:50 - 12:30
Lesiones bucodentomaxilares. Casuística
Dr. Alberto Isacc Correa Ramírez. México
12:30 - 14:00
ALMUERZO
14:00 - 14:30
La participación del Odontologo Forense en Casos De Desastre masivos: Honduras
Carlos Suarez Cannlla. Perú
14:30 - 15:00
Psicología Forense y Criminalidad
José Emilio García Jiménez
15:00 - 15:30
Tema Libre
15:30 - 16:00
Tema Libre
16:00 - 16:20
BREAK
16:20 - 16:50
Tema Libre
16:50 - 17:20
Tema Libre
17:20 - 18:00
Tema Libre


HORA
VIERNES 27 DE ABRIL
9:00 - 9:30
La Criminalística en la investigación Criminal
Pedro Ruiz Chunga
9:30 - 10:00
La odontología forense en la antropología forense - experiencia práctica del IML-NR - BAHIA-BRASIL.
Liz Magalhães Brito
10:00 - 10:30
Responsabilidad Profesional en el Perú
Dr. Hugo Caballero Cornejo. Perú
10:30 - 10:50
BREAK
10:50 - 11:20
Bioética y abordaje forense en los casos de Responsabilidad Profesional penal y civil de actos odontológicos en Colombia
Dr. Alfonso Casas. Colombia
11:20 - 11:50
Aplicación práctica de la estimación de edad por los dientes en casos periciales
Rhonan F. Silva. Brasil
11:50 - 12:30
Aplicación de Técnicas odontológicas en la identificación. Naufragio de Motonave Camila- Iquitos-Peru.
Dra. Ana Maria Carlos Erazo
12:30 - 14:00
ALMUERZO
14:00 - 14:30
Técnicas de Estimación de edad en población adulta aplicadas para la población del norte de Chile.
Carlos Lobo Sierra. Chile
14:30 - 15:00
Aporte de la odontología a la Genética forense
Dra. Nancy Díaz de Villabona. Venezuela
15:00 - 15:30
Responsabilidad profesional del Odontologo
Moisés Ponce Malaver
15:30 - 16:00
Globalizacion en Odontologia forense.
Dr. Alan Diego Briem Stamm. Argentina
16:00 - 16:20
BREAK
16:20 - 16:50
Daño corporal en odontología, diferentes métodos de valoración.
Judith Prado Pagniez. Brasil
16:50 - 17:20
Identificación odontológica en casos de Desastres Masivos. Reporte de Casos.
Manuel Maurelia Fuentes. Chile
17:20 - 18:00
Genética Forense
Blgo. Nelson Rivera. Peru


HORA
SABADO 28 DE ABRIL
9:00 - 9:30
Aspectos legales de la Responsabilidad del perito en Salud-Peru
Jorge Recavarren Figueroa .Peru
9:30 - 10:00
ADN antiguo: aplicaciones en Antropología forense
Dra. Eduvigis Solórzano. Venezuela
10:00 - 10:30
Autopsia odontolegal
Dr. Oscar Heit. Argentina
10:30 - 10:50
BREAK
10:50 - 11:20
Avances tecnológicos en el trabajo multidisciplinario de la Criminalística de campo en el Peru.
Jose Luis Pacheco De La Cruz
11:20 - 11:50
Estudio pericial de huella de mordedura humana. Casuística
Dr. Alberto Correa Ramirez
11:50 - 12:30
CLAUSURA
ENTREGA DE CERTIFICADOS

Compartilhe