Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







sábado, 28 de maio de 2011

Avaliação da conduta do cirurgião-dentista ante a violência doméstica contra crianças e adolescentes no municípios de Cravinhos (SP)

Resumo

Introdução: A violência tem aumentado em todo o mundo e é enfocada pelos meios de comunicação sob diferentes representações, desde a domiciliar até os grandes conflitos armados. A expressão maus-tratos na infância envolve toda ação ou omissão que prejudique o bem-estar, a integridade física e psicológica ou a liberdade e o direito ao pleno desenvolvimento infantil. Objetivo: Verificar se os cirurgiões-dentistas da cidade de Cravinhos (SP) receberam orientações, se estão treinados a identificar casos de maus-tratos em crianças e adolescentes e se sabem como proceder diante de tal circunstância. Material e métodos: Compuseram o presente estudo n = 19 cirurgiões-dentistas do citado município, os quais trabalham em consultórios particulares e/ou na rede pública de saúde. Eles responderam a um questionário objetivo, após assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. Resultados: Com relação à suspeita de que algum paciente (criança ou adolescente) tenha sido vítima de violência doméstica ou psíquica, 26,31% dos sujeitos da pesquisa disseram que sim. Quanto ao que fariam se constatassem casos de agressão doméstica, 42,10% recorreriam à notificação ao Conselho Tutelar. Ainda, 73,7% informaram que nunca tiveram nenhum tipo de orientação a respeito do assunto. Conclusão: Os profissionais entrevistados são capazes de identificar maus-tratos em crianças e adolescentes e sabem o que fazer nessa situação, porém ainda há necessidade de mais informação ou treinamento no tocante ao reconhecimento de violência contra crianças e adolescentes. Artigo publicado em: RSBO. 2011 Apr-Jun;8(2):153-9.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Congresso Nacional de Criminalística - Envio de Resumos

Data limite para envio de resumos: 30/05/11

domingo, 22 de maio de 2011

Deslocamento de implante dentário para o seio maxilar. Relato de caso.


RESUMO

Os rebordos alveolares residuais podem ser desfavoráveis para a colocação de implantes. A região posterior de maxila edêntula muitas vezes é desafiadora para o cirurgião oral devido à falta de osso, como conseqüência da reabsorção do rebordo alveolar e/ou pneumatização do seio maxilar. Acidentes ou complicações podem ocorrer quando algumas destas questões não são respeitadas. Este artigo relata um caso de implante deslocado para o interior do seio maxilar, 27 dias após a cirurgia de levantamento de assoalho de seio com instalação concomitante de implante dentário, causando quadro de sinusopatia leve. O implante foi removido por acesso ao seio maxilar por via intrabucal. Artigo publicado em: Rev. Cir. Traumatol. Buco-Maxilo-Fac., Camaragibe v.11, n.1, p. 9-12, jan./mar. 2011.

terça-feira, 17 de maio de 2011

III Congresso de Valoración del Daño Corporal



21, 22 Y 23 DE SEPTIEMBRE DE 2011.
Aula Magna Facultad de Medicina UBA.
BUENOS AIRES - ARGENTINA.

Contacto.

sábado, 14 de maio de 2011

Utilização de documentação ortodôntica na identificação humana


Resumo

Objetivo: o objetivo deste trabalho é relatar um caso pericial onde um indivíduo encontrado carbonizado foi identificado utilizando-se as informações presentes na sua documentação ortodôntica. Métodos: um indivíduo do sexo masculino foi encontrado carbonizado no interior de um automóvel. Após a realização dos exames periciais no local, exames necroscópicos e radiográficos no Instituto Médico-Legal, identificou-se que a vítima utilizava aparelho ortodôntico fixo, possuía dentes supranumerários nas quatro hemiarcadas, terceiros molares semi-inclusos e restaurações de amálgama em determinadas faces de diversos dentes. Como os tecidos moles do indivíduo apresentavam-se bastante destruídos, uma identificação pela análise das impressões digitais tornou-se inviável. Após a entrega da documentação ortodôntica pela família, foi feita a análise do prontuário clínico, radiografias, fotografias intra e extrabucais e modelos de gesso — confrontando-se essas informações com as obtidas anteriormente. Resultado e Conclusões: o confronto odontolegal revelou 20 pontos concordantes do exame necroscópico e da documentação ortodôntica, permitindo a determinação de uma correlação positiva entre o cadáver examinado e a identidade da pessoa desaparecida, tornando-se desnecessária a realização de outros exames para a identificação da vítima (exame de DNA). Artigo publicado em: Dental Press J. Orthod. [online]. 2011, vol.16, n.2, pp. 52-57.


terça-feira, 10 de maio de 2011

Acidentes durante a realização da osteotomia sagital do ramo mandibular: relato de caso

Resumo

A osteotomia sagital do ramo mandibular é um procedimento amplamente utilizado para a correção de deformidades dentofaciais, tanto para aquelas que necessitam de avanços ou recuos mandibulares. Diversos autores realizaram estudos e sugeriram modificações procurando aperfeiçoar esta técnica, sendo que na atualidade este pode ser considerado um procedimento corriqueiro, versátil e previsível. Mas, como toda técnica cirúrgica, ela não esta livre da ocorrência de acidentes e complicações. Sendo assim, o objetivo do presente trabalho é relatar o caso clínico de uma paciente submetida à realização de OSRM para tratamento de retrognatismo mandibular, onde durante o procedimento cirúrgico houve uma fratura indesejada no segmento proximal, bem como a descrever forma de tratamento realizada. Artigo publicado em: Rev. Cir. Traumatol. Buco-Maxilo-Fac., Camaragibe v.11, n.1, p. 9-12, jan./mar. 2011.

sábado, 7 de maio de 2011

Exercício Ilegal da Odontologia

O exercício ilegal da Odontologia, no Brasil, configura crime e está tipificado no Artigo 282 do Código Penal Brasileiro. Este crime pode ser cometido por dois modos:

- Falta de autorização legal:
a) pelo leigo que possui noções de Odontologia.
b) pelo acadêmico de Odontologia
c) pelo membro da equipe auxiliar (TPD, TSB, ASB e APD)
d) pelo cirurgião-dentista que não possui inscrição no estado em que atua clinicamente*. Ex: um profissional possui inscrição no CRO-GO e atua clinicamente em outras cidade do Estado de Minas Gerais. Então, este não possui autorização legal para trabalha no Estado de Minas Gerais, a não ser que providencie uma inscrição secundária.
*Obs: este tipo de situação é interpretado, por alguns autores, como sendo exercício irregular e não ilegal da Odontologia.

- Excedendo os limites da profissão: situação configurada quando um profissional da área de saúde (médico ou farmacêutico) exerce atos que são pertinentes ao cirugião-dentista.


Conteúdo do Artigo 282:

"Exercício Ilegal da Medicina, Arte Dentária ou Farmacêutica

Art. 282 - Exercer, ainda que a título gratuito, a profissão de médico, dentista ou farmacêutico, sem autorização legal ou excedendo-lhe os limites:
Pena - detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos."


ITUIUTABA, PONTAL DO TRIÂNGULO – Após o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na cidade de Ituiutaba (MG), nesta quarta-feira (04), a Polícia Civil prendeu Carmino Leal Urzeda, 76, que há mais de 30 anos exercia ilegalmente a profissão de dentista na cidade. Na busca foram apreendidos vários materiais odontológicos e medicamentos de uso restrito.


De acordo com o Dr. Murilo Antonini, delegado responsável pela operação, as investigações já estavam sendo feitas há algum tempo até serem concluídas as suspeitas do exercício ilegal da arte dentária. Na operação, o delegado constatou que o consultório de Carmino não apresentava estrutura física adequada, como falta de higienização e precariedade de equipamentos para a realização de microcirurgias.

O falso dentista foi conduzido à delegacia, mas responderá em liberdade uma vez que o crime pelo qual é investigado é de menor relevância jurídica.

Assim que finalizado, o inquérito será enviado à Justiça regional e, se julgado culpado, a pena prevista para Carmino é de até dois anos de reclusão.

Redação Uipi!/ Caroline Aleixo

Imagem: TV Vitoriosa/ Reprodução

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Medical and dental absenteeism in workers from a furniture industry in Itatiba, SP, Brazil

Abstract

Introduction: Absenteeism is a matter of growing interest due to the current economic competitiveness and leads companies to seek means to minimize its occurrence in order to increase the profitability and productivity. Aim: To identify the major factors involved in medical and dental absenteeism in a furniture industry in the city of Itatiba, SP, Brazil, between 2005 and 2008. Methods: A descriptive cross-sectional study in which all workers’ medical and dental certificates issued from January 2005 to December 2008 were reviewed. Data collection was performed in the industry and the variables in the dental and medical certificates were: activity, date of the certificate (year and month), International Classification of Diseases (ICD), absenteeism duration (hours), certificate type (medical or dental), declaration variations, and completeness. Questionnaires were also applied to all employees of the industry without exclusion criteria for
demographic profile, using the variables focusing on gender, age and education level. Results: 111 (65.2%) workers replied to the questionnaire. As much as 84.6% of them were men with mean age of 31.4 years. The education level of most employees was high school (53.2%). 943 certificates were analyzed, being 775 (82.2%) medical and 168 (17.8%) dental certificate. The only ICD found in the dental certificates is K 525-8, which refers to “other diseases and disorders of the teeth and supporting structures”. The loss of working time was 7098.5 work hours and 887.3 work days considering an 8-hour working day. There was a statistically significant association (p<0.0001) between the duration of the absence and the cause. Conclusions: The absenteeism in the furniture industry was more frequently due to medical rather than dental reasons. There were several certificates lacking the ICD codes. The number of lost work hours due to medical and dental problems is a significant economic factor. Article published in: Braz J Oral Sci. October/December 2010 - Volume 9, Number 4, p: 443-48.

domingo, 1 de maio de 2011

Áreas de atuação do odontolegista brasileiro

Os artigos 63 e 64 da Resolução CFO 063/2005* estabelecem o conceito de Odontologia Legal e as áreas de competência para o especialista nesta área:

"Art. 63. Odontologia Legal é a especialidade que tem como objetivo a pesquisa de fenômenos psíquicos, físicos, químicos e biológicos que podem atingir ou ter atingido o homem, vivo, morto ou ossada, e mesmo fragmentos ou vestígios, resultando lesões parciais ou totais reversíveis ou irreversíveis.

Parágrafo único. A atuação da Odontologia Legal restringe-se à análise, perícia e avaliação de eventos relacionados com a área de competência do cirurgião-dentista, podendo, se as circunstâncias o exigirem, estender-se a outras áreas, se disso depender a busca da verdade, no estrito interesse da justiça e da administração.

Art. 64. As áreas de competência para atuação do especialista em Odontologia Legal incluem:
a) Identificação humana.
b) Perícia em foro civil, criminal e trabalhista.
c) Perícia em área administrativa.
d) Perícia, avaliação e planejamento em infortunística.
e) Tanatologia forense.
f) Elaboração de: 
1) Autos, laudos e pareceres.
2) Atestados e relatórios.
g) Traumatologia odontolegal.
h) Balística forense.
i) Perícia logística no vivo, morto, íntegro ou em suas partes em fragmentos.
j) Perícia em vestígios correlatos, incluindo manchas ou líquidos oriundos da cavidade bucal ou nela presentes.
k) Exames por imagens para fins periciais.
l) Deontologia odontológica.
m) Orientação odontolegal para o exercício profissional.
n) Exames por imagens para fins odontolegais."

*Norma válida em todo o território brasileiro.

Compartilhe