Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







domingo, 24 de outubro de 2010

Implicações bioéticas na relação profissional de saúde e usuários: estudo junto aos acadêmicos dos cursos de saúde na Unimontes

RESUMO
A disciplina de Bioética ministrada pela Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes nos cursos de Odontologia, Medicina e Educação-Física proporciona espaço crítico para a formação de profissionais comprometidos com uma postura ética e humanística. Este estudo objetivou conhecer as percepções dos graduandos dos referidos cursos da Unimontes, em relação aos conflitos bioéticos envolvidos na relação profissionais de saúde e usuários dos serviços de saúde. Participaram do estudo 60 acadêmicos dos três cursos. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva e ao teste qui-quadrado, considerando-se o nível de significância p<0,05. Aplicou-se questionário pré-testado no primeiro dia de aula da disciplina Bioética. Mais de 90% dos discentes acreditam que as decisões do tratamento não são de responsabilidade exclusiva do profissional e que não se deve ocultar diagnóstico do paciente; mais da metade não é favorável à emissão de atestado de saúde falso e não respeitariam a vontade dos seguidores da religião “Testemunha de Jeová” em recusar hemotransfusão, não havendo diferenças estatisticamente significativas entre cursos e gêneros. Além da importância pedagógica do questionário aplicado para o ensino de Bioética, o estudo possibilitou conhecer os posicionamentos éticos e morais dos discentes acerca de confl itos na relação profissional/suário. Os discentes, independente do gênero e curso, têm percepções semelhantes em relação aos conflitos bioéticos. Artigo publicado em: Odontol. Clín.-Cient., Recife, 9 (3) 263-267, jul./set., 2010.

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe