Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Determinação da estatura por meio da medida de ossos longos dos membros inferiores e dos ossos da pelve


Resumo
Objetivo: considerando-se que a miscigenação racial brasileira é completamente sui generis, foi proposto um estudo sobre estatura, na busca de um padrão nacional para ossos longos dos membros inferiores e ossos da pelve. Metodologia: foi analisada uma amostra constituída por 100 ossadas de adultos, sendo 50 masculinas e 50 femininas, com estaturas conhecidas previamente, localizadas no Cemitério de Cuiabá/MT. Foram medidos os ossos fêmur, tíbia, fíbula e os ossos da pelve. As amostras foram submetidas à análise estatística por meio de cálculos de correlação linear, regressão linear e teste t de Pearson. Resultados: foi obtido um novo padrão para avaliar a participação da pelve - osso ilíaco - na composição da estatura verificando que existe uma medida, até agora desconhecida na literatura nacional e internacional. Foi estabelecida uma fórmula trigonométrica para calcular o grau de participação do osso ilíaco na estimativa da estatura. Conclusão: obtiveram-se, outrossim, fórmulas de regressão para padrões nacionais em relação ao fêmur, a tíbia e a fíbula que desde adequadamente aplicadas auxiliarão na estimativa da estatura. Artigo publicado em: Odonto 2010;18(36):113-125.

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe