Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







terça-feira, 11 de maio de 2010

Ocorrência de acidentes pérfuro-cortantes em um Curso de Odontologia

Imagem obtida na internet.


Resumo
Objetivo: Avaliar o índice de ocorrências e as características dos acidentes, notificados, envolvendo materiais pérfuro-cortantes em alunos, funcionários e professores, no período entre 2000 e 2005 na Clínica Odontológica da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo. Métodos: Foi realizado levantamento das fichas de notificações de ocorrências de acidentes, considerando o material que provocou o acidente, o período do dia da ocorrência, a disciplina em que ocorreu e a conduta clínica executada no pronto atendimento. Foram ainda considerados, quando disponíveis, os resultados dos exames laboratoriais do acidentado e do paciente fonte. Resultados: Os dados avaliados mostraram 40 notificações de acidentes, sendo que 39 notificações foram envolvendo alunos de graduação e um funcionário. O instrumento que mais provocou acidente foi a agulha de anestesia e o maior número desses acidentes aconteceu na disciplina de Cirurgia. Entretanto, 50% das fichas não apresentavam as informações completas o que impediu uma avaliação epidemiológica mais apurada. Conclusão: Os dados obtidos permitiram concluir que o índice de ocorrência de acidentes foi extremamente baixo considerando o número de atendimentos clínicos realizados no período e levanta-se a hipótese de que muitos casos não foram notificados. Publicado em: RGO, Porto Alegre, v. 58, n.1, p. 77-80, jan./mar. 2010.

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe