Mensagem dos Autores

Motivados pelo desenvolvimento da Odontologia Legal no Brasil, os autores tiveram a iniciativa de agregar mais uma ferramenta de convergência da classe pericial odontológica com o intuito de divulgar notícias, eventos, trabalhos científicos, além de contribuir para a discussão e troca de experiências entre os praticantes da perícia odontolegal. Contamos com todos para tornarmos este Blog um centro de encontro e de crescimento profissional.







segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Site de Odontologia Legal - Prof. Ricardo Henrique (USP-Ribeirão Preto)

http://www.ricardohenrique.com.br/ Esse site visa permitir um espaço a mais para a Odontologia legal, através da divulgação de trabalhos científicos, texto, material didático, entre outras informações de interesse para profissionais ligados à Odontologia Legal e áreas afins.
O Coordenador deste trabalho é o Prof. Dr. Ricardo Henrique Alves da Silva, docente da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FORP-USP), que desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão na área de Odontologia Legal, Bioética, Ética e Legislação.
O Prof. Dr. Ricardo Henrique Alves da Silva é cirurgião-dentista, com mestrado pela FOB-USP-Bauru, doutorado pela FO-USP-São Paulo, especialista em Saúde Coletiva e em Odontologia Legal.
Faça bom proveito do conteúdo disponibilizado aqui para estudos e consultas e, em sendo necessária a sua utilização, por gentileza, sempre informar a fonte. Atenciosamente: http://www.ricardohenrique.com.br/

sábado, 28 de novembro de 2009

Forensic odontology identification using smile photograph analysis - case reports



ABSTRACT:  The identification of unknown human by smile photographs that show specific characteristics of each individual has found wide acceptance all over the world. Therefore this paper shows this situation reporting different cases which smile photograph analysis were crucial to determine the positive identification of unidentified human bodies. All the cases were subjected to personal identification by photographs of smile including one adult male found in an advanced stage of decomposition, one adult female disappeared during an ecotourism trip, and one carbonized body of a male individual found in a forest region. During the autopsy the photographs of the smile were used by comparison of the ante and postmortem images gave accurate and useful information not only about dental state but also the anatomical features surrounding the upper and lower anterior dental arches. This method is not time-consuming and also has the advantage of allowing extraoral dental examination. It is also recommended when there is a need to provide quantitative data for a forensic identification based on these structures (Published in: Journal of Forensic Odontontostomatology 2008;27:1:12-17).

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

VI Seminário Nacional de Perícias de Crime Contra a Vida


De 22 a 25 de junho de 2010, Macapá (AP).

terça-feira, 24 de novembro de 2009

IML de Goiânia (GO) publica Manual de Biossegurança

A SUPERINTENDENTE DE POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA DO ESTADO DE GOIÁS, Dra. HELENA FERNANDES MARTINS,  resolve submeter aos comentários e sugestões do público em geral a “Proposta de Manual de Biossegurança do Instituto Médico Legal Aristoclides Teixeira (IML)”. A oportunidade visa possibilitar a ampla participação dos profissionais da SPTC, dos demais órgãos da Administração Pública, bem como da sociedade, no processo de criação do primeiro Manual de Biossegurança do IML, no Estado de Goiás.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Quantos pontos são necessários para se obter uma identificação odontolegal positiva?


Resumo: O presente trabalho representa um estudo de caso sobre identificação humana com técnica comparativa, por meio de um método odontolegal, em que se discutem os aspectos de quantidade e qualidade de pontos de concordância necessários para se obter uma identificação positiva. É ressaltado que, apesar de alguns trabalhos estabelecerem um mínimo de doze pontos convergentes, assim como preconizado para a análise papiloscópica, a avaliação quantitativa deve vir criteriosa e paralelamente a uma análise qualitativa. Os autores defendem a possibilidade de uma identificação positiva subsidiada nas diferentes evidências presentes em cada caso, não importando necessariamente o número de convergências.
Publicado em: Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo. 2009 jan-abr; 21(1): 63-8. Baixar texto completo (download full text).

domingo, 22 de novembro de 2009

Passagem de corpos estranhos pela orofaringe durante tratamento odontológico



Resumo: A passagem de corpos estranhos pela orofaringe durante o tratamento odontológico constitui um acidente que pode colocar em risco a vida do paciente. Dependendo da via seguida, o objeto pode ser deglutido ou aspirado. Na primeira situação, a maioria dos casos passa sem maiores problemas pelo trato gastrointestinal. Por outro lado, os objetos aspirados normalmente resultam em quadros agudos, como as obstruções das vias aéreas que podem ou não necessitar de uma intervenção invasiva. Além das complicações clínicas, outras questões de natureza ético-legais podem ser levantadas acerca da responsabilidade do Cirurgão-Dentista, tais como eventuais despesas médicas e possibilidade de processos. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo apresentar um caso clínico de deglutição de corpo estranho durante a execução de tratamento odontológico, discutindo as principais implicações numa abordagem clínica e odontolegal. Considerando que a prevenção constitui o principal fator para se evitar esse tipo de acidente, os autores propõem um fluxograma de condutas a serem observadas pelo cirurgião-dentista, em que este deve possuir o conhecimento necessário para estabelecer um rápido diagnóstico e pronto-atendimento ao paciente, minimizando as possíveis repercussões de natureza clínica e legal (Publicado em: Revista de Cirurgia Bucomaxilofacial v.9, n.3, p. 55 - 62, jul./set. 2009).
Baixar texto completo (download full text)

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Modelos de gesso: importância pericial e orientações odontolegais para arquivamento



Resumo: Os modelos de gesso constituem parte da documentação odontológica e apesar de serem confeccionados primordialmente com finalidade clínica, estas peças podem assumir relevante papel na resolução de questões legais. Diante dessa premissa, o presente trabalho tem como objetivo demonstrar a possibilidade de identificação humana utilizando-se um modelo de gesso (relato de caso), ressaltando a responsabilidade do cirurgião-dentista no arquivamento destas peças. Entretanto, caso o profissional decida descartar os modelos obtidos, existem condutas odontolegais a serem tomadas visando resguardar o exercício profissional (Publicado em: Revista da APCD. Setembro/Outubro 2007. Vol. 61 - Nº 5)
Autor: rhonanfs@terra.com.br
Ver texto completo: http://www.apcd.org.br/noticia_jornal.asp?idnoticia=2143

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Emissão de laudo radiológico odontológico por médico

PARECER-CONCLUSIVO

O Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul solicita parecer sobre a competência do médico especialista em Radiologia emitir laudos sobre radiografias odontológicas extra-orais.
Sob a lei 5.081, só pode praticar atos pertinentes à Odontologia quem adquire conhecimento em curso de graduação e pós-graduação. Na resolução CNE/CES, que institui diretrizes curriculares nacionais para a Odontologia, se expressa objetivamente nos conteúdos de ciências odontológicas a necessidade de conhecimento teóricos e práticos de radiologia.
O desenvolvimento científico dos estudos de imagens na Odontologia se dá por profissionais Cirurgiões-Dentistas. Nos pós-graduação, temos cursos de Mestrado e Doutorado com áreas de concentração em imagens, o que tem formado doutores, pesquisadores e cirurgiões-dentistas nesta área. A Radiologia e Imaginologia é uma das 19 especialidades odontológicas. Corresponde a um segmento científico organizado da Odontologia com associação de especialistas, revistas e congressos, tudo voltado para seu estudo e divulgação da sua importância na prática odontológica. Constitui um flagrante atestado ilegal e anti-ético a emissão de laudos observando as imagens tomadas na região maxilo-facil, que não sejam feitos por cirurgiões-dentisas, assim entendo.

É o parecer.

Recife (PE), 08, de junho de 2009.





EMANUEL DIAS DE OLIVEIRA E SILVA, CD

CONSELHEIRO-RELATOR.

Fonte: http://abro.org.br/?op=itLeitura&id_srv=2&id_tpc=1&nid_tpc=&id_grp=1&add=&lk=1&nti=17&l_nti=S&itg=S&st=&dst=3

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

II Encontro de Medicina Legal - Identificação Humana em Catástrofes

Data: 17/11/2009.
Local: Bourbon Convention Ibirapuera, São Paulo - SP.
Realização: CREMESP.
Informações: (11) 3123 8704, 3017 9392, eventos@cremesp.org.br .

Compartilhe